domingo, 20 de março de 2011

Jeans e livros: voltei a estudar


Depois de décadas, neste ano  - era para ser no ano passado, mas a obra da casa não deixou -  voltei a estudar (me antecipo às observações gozadinhas e informo que não é na universidade da terceira idade, ok?).

Cansei de engolir sapos, então, de repente, me deu na louca virar advogada. Ahááá, agora é que eu quero ver neguinho me dando chapéu! Bom, não é beeeem agora, né?... Daqui a quatro anos, seis meses e alguns dias estarei  prontinha para enquadrar os meliantes. É um palitinho, tá logo aí.

Fiquei muito apreensiva com a volta à sala de aula. É lógico que durante os últimos anos fiz um montão de cursos complementares disso e daquilo, mas é diferente quando o babado é uma graduação. Não é moleza encarar a molecada depois que você passa dos enta, eu tinha a impressão de que seria uma coisa de outro mundo. Parece bobagem, mas bateu todo tipo de medo:  me sentir ridícula, ser discriminada, não suportar o blablablá dos professores, enfim, meus miolos ferveram com milhões de paranóias.

Mas, acreditando que a justiça é cega de verdade e que ninguém iria reparar que já ando meio passadinha , me enchi de coragem e fui em frente. Apesar de não ser propriamente uma caloura, já que este não é meu primeiro curso superior, evitei o trote. Vai que chego lá e o povo faz barbaridades comigo? Pior: vai que ninguém faz porra nenhuma! Podiam pensar que eu era professora, bedel (bedéia?... bedoa?... beduda???), faxineira, sei lá... Podiam até perceber que eu também era uma aluna e darem uma amarelada, vai saber. Por via das dúvidas, evitei um constrangimento logo de cara.

Dias depois, comecei a frequentar as aulas. Surpresa: eu não era a única velhinha. Aliás, há gente bem mais velhinha que eu por lá. Surpresa ainda maior: ninguém tá nem aí com isso. Ótimo, agora é que me espalho. E não pretendo refrescar. Sendo estudante, exijo pagar meia-entrada em cinema, teatro e tudo mais que tiver direito. Tá certo que isso vai me dar trabalho, inclusive porque minha carteirinha não tem foto (é um cartão magnético, olha que modernoso!). Aí, imagino que para comprovar minha condição de estudante vou ter que levar fotos minhas na aula, filmes, quiçá (olha que cavernoso!) até professor junto. Tô nem aí, vou e pronto.

A única coisa realmente tenebrosa é ter que madrugar, porque escolhi a turma da manhã. Sou burguesinha (burguesONA? Mulher passada dos enta é ONA em tudo: bonitONA, gostosONA, legalzONA, velhONA!) e tô podendo, tá legal? Mas vou que nem um zumbi, precisa ver.

De resto, só posso dizer que o curso é ótimo, ando aprendendo mil coisas que desconhecia. Aliás, acho que Direito é um curso útil para todo mundo, nunca é demais saber onde a gente pode ou não pode pisar e o que a gente precisa ou não aturar.

Então, para quem tem dúvidas se consegue encarar uma universidade supondo que já pendurou as chuteiras, garanto que vale muito a pena. Conhecimento nunca é demais e resgatar as calças jeans é uma delícia! 

12 comentários:

  1. Tânia,
    O tempo de aprender é o mais estimulante! E todos os dias aprendemos algo. Essa tua vontade de ir mais além no conhecimento revela que és uma mulher inteligente e inconformada. Deixo-te aqui o meu incentivo!!!


    Um beijo!
    AL

    ResponderExcluir
  2. OMG! que barato [aff! atestei com isto q sou bem velhinho]. Sou Veterinário mas voltei a estudar aos 32 qdo fiz História e aos 42 qdo fiz Filosofia ... é simplesmente fantástico ... parabéns e curta mesmo ...

    bjão

    ResponderExcluir
  3. Facul (olha que moderno), é um banho de rejuvenescimento, e a galera tá nem aí pra esse papo de idade. Aprenda bastante mas curta bastante também. Já, já terei quem me defender dos meus pequenos delitos rsrsrs
    Bjux

    ResponderExcluir
  4. Tânia,

    Que delícia! Adorei essa novidade! Faz anos que me programo para fazer uma Pós, e nada. Entra ano e sai ano e eu não me decido,kkk
    Mas, fiquei animada agora.E com certeza, a idade não é empecilho algum, é às vezes é atédesculpa nossa, né?

    Beijos e bfs
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  5. Que boa surpresa, vc voltou a escrever! Cheguei atrasada, estou vendo que já tem um tempinho que vc voltou. Parabéns pela decisão de estudar novamente. Como vc disse, todo conhecimento do mundo ainda é pouco, sempre existe o que aprender. Bj!

    ResponderExcluir
  6. Ri muito te lendo. Você é ótima!
    Eu sempre gostei de escrever assim de maneira coloquial também, de vez em quando deixo minha veia satírica aflorar misturado com linguagem coloquial e sempre gosto.
    Essa história de bonitONA é Föd@ de ouvir, já nem ligo mais, mas como você disse (e bem explicadinho) o lance é tirar de letrahehe

    Vai ser uma delícia esse curso, tenho certeza, eu adoro estar no meio de estudantes, sem contar o aprendizado, e que estamos cuidando com o alemao maledito Alzheimer, afinal nos ENTA todo cuidado é pouco nesse sentido também.

    Beijos e boas aulas!!!

    ResponderExcluir
  7. A.S.: isso, inconformada. Sempre acho que posso ir além. Penso que, até prova em contrário, como a vida é uma só, deve ser bem vivida. Assim eu vou tentando...

    PAULO: OMG, como é que pode?! kkkk! Caracoles, seu curriculo envaidece a mim. Como é que tenho um leitor desse tamanhão? Não mereço tanto. Quem está de parabéns é você!

    WANDERLEY: facul... niver... tudo faz parte do universo miguxês e é modernoso, claro. Tô ligada, véi! kkkkkkkkkkk! Isso, conte desde já comigo para livrá-lo de futuros perrengues.

    SOCORRO: ah, não perca mais tempo mesmo. Sei que dá uma certa preguiça, mas garanto que retornar para o universo acadêmico é bom demais.

    HELENA: hum, quase desistiu de mim, né? Ainda bem que voltou a dar uma espiadinha por aqui e viu minhas novidades. Valeu!

    C: sacanagem, mesmo, é ouvir senhora-senhora-senhora... Você já entrou nessa fase? Fico pra morrer com isso. Tem toda razão, não dá pra bobear com o loirão fatal. O jeito é botar a cuca pra funcionar. Muito legal saber que está gostando de visitar meu cafofinho. O seu também é bem legal e recomendo.

    MUITAS BEIJOCAS PRA TODOS!!!

    ResponderExcluir
  8. De repente,a mais jovem na sua sala é você, se considerarmos juventude o anseio por mudança, novidade. Tem gente que envelhece antes dos inte.

    Bjs e parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  9. Tânia,
    Então quer se advogada?! Que fantástico!
    É sempre tempo para estudar! Tenho alunos MUITO mais velhos do que eu. Aliás, no primeiro dia de aula causei espanto, me acharam com cara de novinha, então fui logo fazendo meu marketing pessoal e passando todo o meu currículo. Sou nova mas tenho muita Km no Direito!
    Uma dica: acostume-se a ler a lei seca. Fique íntima da Constituião e dos Códigos, mais do que da doutrina. E cadastre-se no "migalhas". Por ora acho que está bom! (risos)
    Precisando de alguma coisa que eu possa ajudar, pode contar! De verdade!
    Grande abraço,
    Érica Joslin.

    ResponderExcluir
  10. ERALDO: ah, você é um fofo, isso sim! Não sei se é meu caso, mas concordo contigo - a atitude é o que determina a idade. Por isso é que me considero uma gatinha. kkkkkkkkkkk!!!!

    ROSE: sua implicância não me fará desistir. Ainda te verei me chamando de excelência. kkkkkkkkkkk!

    ÉRICA: você também dá aulas no curso de Direito? De que matéria? Adoro Direito Romano! Olha, tô achando o curso interessantíssimo. Além das informações jurídicas, engloba um tantão de coisas que contribuem muito para o aprimoramento da cultura da gente. Todos deveriam fazer Direito, até mesmo a cricri da Rose, né? Ah, já me cadastrei no Migalhas. Muito legal. Valeu pela dica!

    BEIJOCAS PRA TODOS!

    ResponderExcluir
  11. Tânia,
    Sou professora de Direito, sim! Minha especialidade é Direito Internacional, com enfoque Humanista, mas também dou aulas de Tributário, Urbanístico e Direito das Coisas.
    Você está numa fase muito gostosa do curso de Direito, momento de estudar História do Direito, Sociologia Jurídica, Ciência Política, matérias que são pouco técnicas e enriquecem de uma foma global. Você tem razão, o Direito acrescenta muito à cultura da gente! Aproveite bastante essa base, pois vai lhe ajudar muito na sua monografia! E quem sabe na sua Pós-Graduação!
    Você devia levar a Rose para assistir a uma aula com você. Ela vai adorar!
    Então se cadastrou no Migalhas? Que legal! De nada, imagine! Leia os informativos e estará sempre à frente!
    Então já sabe, precisando é só dizer!
    Abraços,
    Érica.

    ResponderExcluir