sábado, 2 de abril de 2011

Que enrascada!


Bom... Deixa ver aqui como é que falo sobre esse assunto... Hummmmm...

Ó, é assim: como todo mundo que me acompanha sabe, logo estarei me mudando para a casa nova. Não se trata de uma mansão, mas a casa ficou bem legal, muito confortável. E a gente (eu e o japa), em conjunto com o arquiteto, cuidou dos mínimos detalhes, afinal, depois de tanto tempo  - 13 anos para ficar pronta, entre paradas e retomadas da obra -  tinha que ficar bem bacaninha.

Optamos por um estilo moderno, com linhas retas, concreto aparente numa porção de lugares, inclusive em ambientes internos, e vidros (bem grandes) para todo lado. Com isso, a grana  - que já não era tanta -  tá no osso, o que empurra a decoração para depois.

Prevendo a possível dificuldade para comprar todos os itens decorativos que gostaríamos de ter, decidimos que é melhor mudar levando só o que é absolutamente indispensável, deixando para trás o que pretendemos trocar. Não queremos encher a casa nova de velharias, esperamos muito por ela. Com o tempo e mais fôlego, vamos compondo a decoração do jeitinho que imaginamos.

É inevitável, no entanto, que as pessoas com as quais convivemos queiram nos presentear. Já ganhamos uma escultura de madeira belíssima (de parede, super arrojada), entalhada por um tio que é artista plástico, por exemplo. É claro que ganhar presentes, independentemente do valor, é sempre uma delícia. Trata-se de uma imensa demonstração de carinho, pela qual somos bastante gratos. Só que... Bem... Nem todo mundo que quer participar tem... Éééé... Aiiii... bom gosto.

Além de prometidas toneladas de tapetinhos de diversos tipos, que não combinam nadica com o ambiente e que já estão sendo confeccionadas exaustivamente há anos, ontem uma amiga que vende produtos por catálogo me entregou uma revistinha:

- Escolhe aí, quero dar um presente pra sua casa nova. Peça o que quiser.

A cada página virada, meu olho arregalava, quase saindo da órbita. Não que eu seja requintada, muitíssimo pelo contrário, até me considero uma jacu, mas é que coisas tipo...

...assim (capa para galão de água, quase viva – Jisuis!!! ):















...assim (cortina à la Carmem Miranda para box, de prástico):















...e assim (capa de sofá creiaemdeuspai. Juro que prefiro ver o sofá sapecado de furos ):















... tornam a escolha praticamente impossível, não é não?!?

Tentei, diplomaticamente, cair fora da cilada:

- Ah, vai gastar com isso? Imagina, não precisa!

- Faço questão, diz aí do que gostou mais.

MAYDAY! MAYDAY!!!

No final, optei por um jogo de panos de prato, porque dá para engavetar. Não satisfeita, ela mesma escolheu mais uma coisa: uma “bela” capa para botijão de gás (!!!).

Putz, que sufoco! Fico aqui só pensando o que é que vou fazer quando receber a visita de quem me presenteia com coisinhas de gosto duvidoso. Obviamente a pessoa vai querer ver o presente de grego em uso, né? Preciso bolar umas desculpas bem convincentes desde já. Socorro!!!

21 comentários:

  1. aquela caixinha com a qual te presenteei não era pra ir pra casa nova, porque eu nem sabia da casa nova até então ... mas, voce pode por em qualquer gavetinha... ele serve para guardar erva ...ahahah


    beijoooo ;D

    ResponderExcluir
  2. Ô Cinthia, minha filhotinha...

    Fala sério, vai! Preciso contar aqui que a caixinha foi um dos presentes mais fofos e delicados que recebi na vida. Não seja modesta, a caixinha é LINDA! E vai pra casa nova, em lugar absolutamente visível, você vai ver. O problema é que está vazia, né?... Já avisei que o chá de laranja acabou e cadê que você se mexe? Será o benedito que vou ter que botar a outra erva lá? kkkkkkkkkkkkkk!!!

    Beijoca! Saudade (muita)!

    ResponderExcluir
  3. Situação complicada! De vez enquando ganho uns presentes q não sei o que fazer :(

    ótimo dia e felicidades na casa nova :)

    ResponderExcluir
  4. Terrível mesmo esta situação ... acho um porre ganhar e dar presentes ... e o pior, é ser cobrado por quem deu ou por quem recebeu ... de há muito tenho evitado estes constrangimentos ... só dou para amigos muito íntimos e assim mesmo qdo sei exatamente o q a pessoa quer e deseja e tem q ser coisa prática ... qdo recebo coisas q não gosto simplesmente agradeço e dou destino no dia seguinte ... não esquento mais a cabeça com isto ... quem quiser ficar com raiva por isto q fique ... viro a cara e sigo meu caminho muito linda ... simples assim ...

    bjux, um bom fds e felicidades mil no novo cafofo ...

    ResponderExcluir
  5. Ah! o AD tem uma teoria ótima sobre presentes ... pergunta a ele depois ...

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkkk adoro dar presentes. Quando for a Sampa, vou à 25 de março comprar umas flores de prástico para você enfeitar sua casa, e aproveito para comprar uma girafa espelhada para o canto da sala. Me aguarde.
    Bjux

    ResponderExcluir
  7. E eu?ehehehehehe
    Vou comprar um pinguim para você colocar em cima da geladeira junto com essa fantástica jarra de abacaxi.
    Muito legal a tua postagem.Fiquei rindo aqui sozinha, em frente ao computador.
    Grande beijo
    heli

    ResponderExcluir
  8. Ai, eu tenho problemas com presentes, confesso. Sou chato, chato, chato... prefiro ganhar só os beijos e abraços, que ganho muito mais hahaha

    Beijos Tânia!

    ResponderExcluir
  9. Duas coisas :

    1 - Também tenho esse tipo de "problema" (ter um gosto diferente da maioria), inclusive musicalmente. Sei o quanto isso é chato (para nós, porque nós não chateamos os outros)....

    2 - Sem querer fazer spam, mas fazendo meu anunciozinho... rsrsrs... Me diga com quais sintomas você se identifica (ou qual te irrita mais): http://letras-eletricas.blogspot.com/2010/08/sintomas-de-que-voce-e-brega.html

    ResponderExcluir
  10. O jeito é simplesmente agradecer os tais presentes, fazendo caras e bocas para a situação não ficar ainda pior. Seu texto rendeu boas risadas! ;)

    Beijos graciosos de nós!

    ResponderExcluir
  11. É föd!s mesmo essa situação... nao agrada-se a gregos e troianos né! E vamos rir disso tudo, é o jeito, fazer o quê! auahauahauah

    ResponderExcluir
  12. Já tinha saudades destes seus textos. Sabe, por mim já tinha acabado essa mania de dar presentes, aliás já acabei com eles quase por completo; só para a família; amigos, ligo e dou os parabéns; se sou convidade, para não arrumarem o presente para um canto levo um ramo de flores e pronto. Agora que o meu filho é produtor de vinhos do Douro está resolvido; não há quem não goste de uma caixa de quinta do Judeu tinto, o topo de gama dos vinhos dele. Já conseguiu po-los aí no Brasil, mas não em S. paulo. Está a ver, se eu estivesse aí tenho a certeza que o presente combinava com a casa, ou não? Beijinhos e não desapareça
    Emília

    ResponderExcluir
  13. Eu só sei dar presente pra mulher. Não sei porque. Acho que modetia a parte sou bom nisso, mas presente aos colegas do mesmo sexo... não sei, simplesmente.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Puxa, mas que coisa! Eu aqui crochetando uma cabeça de galinha pra você colocar no bico da chaleira e me vem com essa?Sua...Sua...Chique!

    ResponderExcluir
  15. Ah, vá vá!!!!! Vc não se toca miesssss. . . . Não são os "presentes" que são feios! É a sua casa que não combina com eles!!! Também!! Cequeriocuê? ? ? 13 anos enrolando??? Não há presente que acerte no gostcho!
    Das duas uma: ou vc refaz a casa ou então faça um (in)cômodo só pros presentinhos kitsch!!!! Afinal de contas, kitsch também é estilo, nénão? Bjs!
    Falar "nilson" quem escolhe as "parola" de segurança? Cada uma!! Vc pode até utiliza-las pra batizar os presentes! Vai aí uma colaboração: aquele (des)enfeite de "capa para galão de água, quase viva – Jisuis!!!" tem cara de "uphisi"!!! kkkk

    ResponderExcluir
  16. Tânia, sua safada...
    Fala logo que não quer e PONTO ou diz que achou HORRIVEL.

    Você está enganando as pessoas e ainda se diz amiga?


    "Uuuuu", pra voc^

    ResponderExcluir
  17. Menina, o que eu penso sempre que vejo alguém ganhar, ou ganho eu mesma umas coisinhas assim é: jura que quem deu teria coragem de usar?
    Ou será que faz de sacanagem? rs
    No último amigo secreto eu ganhei o busto de uma "namoradeira". Ok, dizem que é a maior moda por aí, mas é feia pra burro. Tomei o maior susto e, provavelmente, não consegui esconder o espanto.
    Assim que nessa, eu prefiro ficar fora de moda...rs
    bjos

    ResponderExcluir
  18. oi Tânia...

    que gostoso esse cantinho seu...
    adorei,
    mesmo sem pedir licença me acomodei...

    presente de grego ,isso sim...
    olha se quiser ir até lá em casa tem um cházinho de laranja,é só entrar que a porta está aberta...

    muitos beijinhos

    ResponderExcluir
  19. rsrsrsrsrsrs

    Que enrascada, né? É uma situação constrangedora, de fato.
    Mas, leva na esportiva, e vai driblando os presenteadores.

    Beijo grande
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  20. Caríssima,

    Foi um presentinho de nada. Sorria! E por falar nisso, você já ganhou o pingüim da geladeira? Beijos

    ResponderExcluir
  21. raioX-da Tin deu uma caixinha prá guardar erva??? hahahaha muito bom, muito bom...eu levo a erva e todo presente vai parecer bem...l-e-g-a-a-a-a-a-l...

    ResponderExcluir