segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Espelhos são sacanas, cuidado com eles!




Que mulher é um bicho complicadérrimo não é novidade. E o mais incrível é que nem nós mesmas conseguimos definir o que nos deixa totalmente satisfeitas em determinadas situações. Uma delas tem a ver com os presentes que a gente ganha, especialmente se forem roupas. Não falo sobre gostar ou não do modelo, da cor, essas coisas; sempre acho que o que vem é lucro - senão pra mim mesma, será pra "felizarda" que receber minha doação depois. 

Fico muito indecisa se devo agradecer ou xingar quem me presenteou com uma roupitcha por causa do tamanho escolhido (a primeira coisa que olho), sabe? Se for tamanho "P" tomo como tiração de sarro. Logo penso na pessoa que deu se arrebentando de rir ao me imaginar fazendo contorcionismos pra caber na peça. No caso de tamanho "G" fico ainda mais indignada e acho que é caso pra processo. Tá me chamando de gorda, por acaso?! Por via das dúvidas, um "M" é sempre melhor recebido, mesmo que não entre.

Essa dúvida terrível, inacreditavelmente, acontece até quando eu mesma compro minhas próprias roupas. Quando bato o olho em algo que gosto e não encontro o tamanho ideal, por exemplo, tento as mais diversas saídas, alimentada pela ilusão de que no fim tudo vai dar certo. Puxa, levo ou não levo?... Pode não servir agora, mas já já tá uma beleza, afinal isso aqui não é excesso de peso, é só uma ligeira "retenção hídrica", oras bolas! Culpa também da pomada com corticóide que estou usando pra curar um cortinho no meu dedo - e corticóide engorda, todo mundo sabe. Coisas passageiras, é claro. Além disso, tem o lance da modelagem, que pode estar maior que o normal. Taí, levo! E invariavelmente sempre me dou mal.

Foi pensando exatamente assim que minha irmã comprou um conjunto de saia e blusa (com cintinho! hehehe!) na semana passada. Enlouquecida com o visual, nem quis experimentar nada. Correu pra casa e tratou logo de conferir como ficaria completamente fashion dentro da aquisição. A pobrezinha ficou catatônica com o resultado e me ligou pra desabafar:

- Ficou horrível, HORRÍVEL! Voltei correndo pra loja, precisava trocar aquilo. A moça quis me empurrar a mesma coisa, só que de outra cor, fiquei com ódio! Tira isso daquiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Não quero, joga fora, xô, socoooooooooooooooooorro!!!

Eu também fui otimista além da conta quando pensei em sair "vestida pra matar" no Natal. Abri meu armário e escolhi um vestido lindo, que nunca usei antes. O comprei há um bom tempinho atrás e já nem me lembrava mais dele. Achei que poderia ficar um pouco "justinho" agora, mas e daí, né? Nada demais. Caramba, o que não é a teimosia de uma pessoa!... Pra entrar já foi uma dificuldade imensa, mas insisti - ué, ombro é grande, né? Horror em grau extremo: ao me olhar no espelho vi que me transformei no autêntico boneco Michelin! E pra tirar aquilo, meu Deus?! A coisa embolou de tal forma, prendeu meus dois braços pra cima e espremeu meu diafragma, quase causando uma parada respiratória. Suando em bicas, fui levada ao conformismo de morrer daquele jeito, já que não podia me mexer nem pra catar o telefone e ligar pro resgate. Só depois de um bom tempo andando pra cá e pra lá, com paradinhas estratégicas pra respirar e refletir é que consegui me livrar. Ufa!

Sei lá, parece que o espelho faz sacanagem com a gente (o único espelho honesto que conheço é o da madrasta da Branca de Neve e por isso não vale, é de mentirinha). Você se olha em casa e acha que até que não tá tão mal. Mas na prática, quando experimenta uma roupa, espantosamente ela não cabe de jeito nenhum, contradizendo totalmente o que o patife do espelho insiste em lhe mostrar. Não sei qual é pior: o espelho de casa - mó fingidão - ou os espelhos das lojas, que embarangam a gente de um tanto que dá até vontade de morrer. Muito esquisito isso.

Vai entender espelho, né não?! ಠ_ಠ

12 comentários:

  1. Putz... fiquei preocupada com vc !
    Amiga,... não coloca roupa nova 'suspeita' quanto não tiver ninguém em casa, sim?
    E, fala pra mana que, semana de guloseimas natalinas não é o melhor momento pra comprar roupa, nunca veste bem... e deixa a gente com culpa no cartório.

    Eu aqui estou acumulando umas calorias também , mas não quero falar sobre isso ... me chateia saber que meu espelho é um besta, tanto quanto o seu!

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Visualizei o SAMU chegando e você engastaiada no vestido.. uahsahsuahsuasausha

    ResponderExcluir
  3. kkkk Foi perfeita! É isso mesmo, a culpa é do espelho, do espelho,do espelhooooo!Isso me fez lembrar aquele caso da amiga que comprou a bermuda do doctor Rey,pq cismou que precisava ir com um vestido coladinho no casamento. Suava,suava e nada da maldita bermuda entrar - o jeito foi ligar o ar-condiciondo na potência máxima e , tilintando de frio, conseguiu vestir a dita cuja!

    ResponderExcluir
  4. Né?

    É por isso que eu nem tenho espelho no meu quarto hahaha

    Beijo Tânia!

    ResponderExcluir
  5. Passei para desejar um Feliz Ano |Novo, com paz saúde e muitas alegrias.

    Adorei o texto.

    Bjus

    Elaine Bucci

    ResponderExcluir
  6. Quem vai entender a almar da mulher, senão Chico César, afinal "já fui mulher eu sei", disse ele!
    Em meu caso fico só na espreita - mesmo não apoiando os bruxos -, mas tentanto ser advinho, quem sabe por cansaço possa lograr êxito em alguma coisa, rsrsrs, um grande abraço e até a próxima, estarei sempre por aqui, pode demorar, pois há muitos a visitar, mas virei...

    ResponderExcluir
  7. Nossa!... achei que fosse só comigo!Mas me falaram que há um maldito inseto que fica alojado nos armários e cômodas, encolhendo todo o tipo de roupa!!!Vai por mim...Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Hehehehehe :o)

    Já passei por um momento de tortura parecido com o seu, dentro de um vestido enrolado, que me apertava e sufocava... hehehe
    A culpa é do espelho mesmo, sem dúvida! Também, quem manda a gente dar-lhe tanta confiança.

    Arrasou, Tânia!

    Beijos
    Paz e Bem!
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  9. Adorei o blog...os posts são ótimos!

    ResponderExcluir
  10. Olá,Lindinha:
    Dedico um selinho do meu bloguinho para você com muito carinho...:)
    Segue o link: http://meumundinholouco.blogspot.com/2012/02/do-meu-mundinho-louco-para-voce.html
    Beijos, Elaine

    ResponderExcluir
  11. Ultimamente o espelho tem se declarado meu inimigo, não gosto muito de passar por ele não!

    ResponderExcluir
  12. Não demora de postar...Abração! rsrs..

    ResponderExcluir