quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Quimioterapia: o que ela fez comigo. E o que eu posso fazer com ela! (2)


Já há um bom tempo venho prometendo a mim mesma que vou reformular o blog, mas cadê que me sacudo? Assim, ultimamente só o que se vê por aqui são postagens antigas, poeira, teias de aranha... Juro que vou melhorar isso. Mas, enquanto a reforminha básica não acontece, vou atender a pedidos e reeditar uma postagem de 2012, que até hoje é muito acessada, mas acabou ficando confusa, já que vários dos produtos indicados estavam linkados a webpages da época e hoje já não estão mais disponíveis para visualização. 

Então vamos à nova roupagem do texto de 22/08/2012, agora um tantinho mais objetiva:


DIQUINHAS PARA MINIMIZAR OS EFEITOS CRUÉIS DA QUIMIO

Cada organismo reage de forma diferente à quimio, não adianta querer comparar. Não é porque alguém sofre mais com efeitos colaterais que é mais fraco ou quem aguenta firme é mais durão. Tudo depende do tipo de câncer, dos remédios que serão administrados, do grau de sensibilidade do organismo, enfim, de um montão de fatores, que são muito particulares em cada pessoa.
Pra mim não foi moleza, mas ficou bem longe de ser insuportável. Foi mais difícil durante as sessões com o medicamento vermelho, sem dúvida, mas depois foi ficando bem light nas sessões semanais. Olha só tudo o que aconteceu comigo e o que fiz pra melhorar:


Enjoos

Quase não tive e não vomitei nenhuma vez! No início, até meu organismo se acostumar, sentia o estômago um pouco embrulhado por causa de cheiros. Parece que a gente fica com super olfato, os odores se potencializam num grau absurdo, seja de comida, produtos de limpeza, perfumes e por aí vai. Vale dizer que meu médico prescreveu remédios excelentes pra evitar esse efeito colateral e tomei tudo bem direitinho, daí não me senti mal por causa disso.


Pele ressecada e com coceira

. A primeiríssima coisa a fazer, que aliás é regra número um pra minimizar todos os efeitos colaterais da quimio, é BEBER BASTANTE ÁGUA DURANTE O DIA TODO (no mínimo dois litros). Com isso o organismo vai se desitoxicando aos poucos e a hidratação da pele melhora bastante;
. CUIDADOS NO BANHO: por causa do inverno de Sampa foi bem difícil tomar banho com água de morna a fria, o que é fundamental, já que altas temperaturas tiram ainda mais a oleosidade da pele e esturricam tudo, provocando mais coceira e consequentes ferimentos indesejáveis; 

Tive extremo cuidado com os sabonetes que usei. Na cabeça e no rosto, usei o CETAPHIL RESTORADERM SABONETE LÍQUIDO, que custa aproximadamente R$ 80:


No corpo usei sabonetes neutros, entre eles o CETAPHIL SABONETE ANTIBACTERIANO, que custa aproximadamente R$ 30:

Também usava diariamente, no final do banho, um sabonete com óleo no corpo todo, o NATURAL OIL NÍVEA, que deixa a pele mais macia e perfumada - custa aproximadamente R$ 20: 

Ah, muitíssimo importante: NÃO TOME MAIS QUE UM BANHO POR DIA, se puder evitar. Fiz isso no começo e me dei mal; mesmo usando todos esses produtos, a pele ressecava bastante, chegando até a ficar craquelada.
  
. CUIDADOS PÓS-BANHO: primeiro de tudo, usava soro fisiológico no rosto todo, aplicado com gaze. Fazia umas compressinhas especiais para os olhos e também limpava dentro das orelhas e do nariz, que no meu caso doía bastante por causa da quimio e às vezes até sangrava (todas as mucosas ficam bem comprometidas). Os cremes faciais se tornam indispensáveis pra quem faz quimio, especialmente numa pele passada dos "enta" como a minha. Aí tive um cuidado bem grande, não importava o quanto demorasse (mas depois que a gente se habitua, faz tudo isso bem rapidinho e com prazer). 


Hidratação e proteção para o rosto (FUJA DO SOL!!!)

Quando seu médico lhe disser que sol e quimioterapia são inimigos mortais acredite, não é conversa mole. No início descuidei um pouco disso e ganhei algumas manchinhas marrons no rosto, nos braços, nas mãos e até nos pés. Assim, fazia parte da minha rotina diária o uso de bloqueadores solares bem poderosos, mesmo que os cremes faciais já tivessem alguma proteção. Não tive grande preocupação com a marca, mas não abri mão do fator de proteção: 50 para o rosto e 30 para o corpo, isso porque minha pele não é bem branquinha. Usei, inclusive, nas partes do corpo que ficavam cobertas (até mesmo no couro cabeludo). Também vi que não dava pra sair sem óculos de sol de jeito nenhum. De qualquer modo, mesmo tomando todos esses cuidados, evitei o sol a todo custo. 

Até hoje uso no rosto o CETAPHIL UVA/UVB DEFENSE, que na minha opinião, inclusive, substitui com eficiência outros cremes faciais (custa aproximadamente R$ 100 - é caro, mas dura bastante): 

No corpo reparei que a necessidade de repor a oleosidade é fundamental e comigo só o que funcionou muito bem foi a LOÇÃO HIDRATANTE CETAPHIL ADVANCED MOISTURIZER PUMP - que custa aproximadamente R$ 150 (caro, mas também dura bastante). A pele fica muito macia e acaba mesmo com o ressecamento. Achei melhor que qualquer outro tipo de hidratante:


Unhas

Essa é uma parte é triste. Minhas unhas escureceram um montão, parece que prendi os 10 dedos da mão na porta, dava aflição de olhar. Mas não doía, nem houve enfraquecimento. Já no segundo ciclo de quimio, a aparência foi melhorando e, aos poucos, as unhas foram clareando de novo. Um cuidado importante é NÃO RETIRAR A CUTÍCULA, lembrando que qualquer ferimento é porta de entrada pra infecções. Então, usei um produto excelente pra afinar as cutículas, que é bem baratinho e funciona mesmo, além de durar pelo resto da vida. É a CERA NUTRITIVA PINK GRANADO, que custa aproximadamente R$ 20:
Dentes/boca

Antes de começar a quimio é muito importante ir ao dentista e sanar qualquer problema que houver. Uma boa limpeza é fundamental. Durante o tratamento, escovava os dentes muitas e muitas vezes ao dia, sempre que comia qualquer coisa. Por isso, usava dois tipos de escova e de cremes dentais: de manhã, na hora do almoço e à noite, usava escova macia e creme dental normal; nos horários intermediários, sempre que me alimentava, usava escova infantil, que é bem mais macia e creme dental anticorrosivo (os infantis em geral são assim). Isso evita agredir as gengivas, que ficam muito sensíveis. 

Outra coisa que ajuda muito quando a boca está comprometida (podem surgir aftas na língua e gengivite, mesmo com a higiene em dia) é fazer bochechos regulares com uma colher de sopa de bicarbonato de sódio, dissolvido em meio copo de água. E a parte mais deliciosa: alimentos gelados aliviam tremendamente esse mal-estar, inclusive quando há enjôo também. Por isso, caprichei no consumo de sorvetes, pudins, gelatinas e por aí vai.


Cuidados íntimos

Não posso dizer que fui megadisciplinada com isso quando se tratava de nº 1, já que tomando tanta água é inevitável fazer um montão de xixi o dia todo. Mas no caso do nº 2 não tinha como relaxar. Aí não abri mão da duchinha higiênica e usei (ainda uso!) o SABONETE ÍNTIMO DOVE - que custa aproximadamente R$ 20:


Cuidados com as mãos e pés

Não tem como escapar de lavar e hidratar muito bem essas áreas, que acabam descamando, ficam mais escuras, muito frágeis e propensas a ferimentos e rachaduras. Quando me descuidava um pouco acabava me queimando com muita facilidade no fogão, me cortando com qualquer coisa, vendo calinhos surgindo. Lavava as mãos milhares de vezes ao dia, especialmente após ir ao banheiro e antes de comer qualquer coisa. Usava o SABONETE LÍQUIDO PROTEX , que custa aproximadamente R$ 10:

Também procurava passar creme nas mãos no mínimo três vezes ao dia e usei o CREME PARA MÃOS PINK GRANADO, que custa aproximadamente R$ 20:


Nos pés, passava creme de manhã e à noite, e usava a MANTEIGA EMOLIENTE PINK GRANADO , que custa aproximadamente R$ 20 e é fantástica: 

Ah, outra providência bem importante que tomei foi usar luvas TODAS as vezes em que tocava nas minhas cachorras para fazer carinho e também para cuidar de plantas.


Inchaço e aumento de peso

No segundo ciclo da quimio notei um inchaço tremendo no meu corpo, além de ter engordado bastante (20 quilos). Isso aconteceu por causa dos corticóides presentes no medicamento, que trazem, ainda, um efeito colateral terrível: a retenção hídrica (e uma fome danada). Meu médico preferiu não prescrever nenhum diurético, recomendando apenas caminhadas e repouso com os pés para cima, o que resolveu muito.


Alimentação

Comida adequada e em horário regulares funciona como remédio para quem faz quimio. Aumenta a imunidade, que naturalmente se reduz demais com o tratamento. Então não bobeava com isso jamais. Comia diversos tipos de frutas (especialmente as que contém fibras) e dava prioridade para verduras e legumes cozidos. Essa disciplina me trouxe excelentes resultados nos hemogramas que antecediam a todas as sessões de quimio, além de bem-estar muito maior. E quando seu médico disser que você não deve comer pimenta de jeito nenhum, acredite nele. Fiz isso e me dei muito mal, minha boca pegou fogo por horas! Como a mucosa bucal fica comprometida com a quimio, a sensibilidade também aumenta bastante. 


Maquiagem

Fui teimosona no início e achei que não teria importância usar os produtos que eu já tinha em casa. Logo meus olhos ficaram bastante irritados, ainda mais suscetíveis a probleminhas por causa da falta de cílios. Se for possível, é melhor comprar produtos novos, livres de contaminação. E nunca, jamais, em tempo algum, use maquiagem de outra pessoa, nem empreste as suas. Outra coisa fundamental é limpar muito bem a pele antes de dormir. Qualquer coisinha causa sérias irritações na pele e nos olhos de quem faz quimio. 


Bem, aqui tentei transmitir um pouco da experiência que adquiri como paciente de quimio. Se alguém tiver outras dicas ou dúvidas, venha dar seu pitaquinho, vai ser bem legal!

Um comentário:

  1. Eu achei a sua atualização.. Muito obrigada, valeu muitoooooo!

    ResponderExcluir